Impasse com a Santa Casa continua e prefeitura já admite nova intervenção

0

Hospital quer reajustar contrato em R$ 12 milhões, mas município só dispõe de mais R$ 1 milhão

Mais uma vez o tema do CBN em Pauta, do jornalista Edir Viégas, diz respeito à saúde em Campo Grande.

E dessa vez com uma agravante: a completa falta de dinheiro nos cofres da prefeitura para fazer frente a questões urgentes, como é o caso da Santa Casa, cujo contrato está vencido.

O hospital já anunciou que por conta da defasagem contratual está com os estoques de insumos e medicamentos comprometidos, o que coloca em risco o atendimento à população. A questão se torna mais dramática em função da disparada inflacionária. Some-se a isso o fato de o hospital estar trabalhando, em 2022, com os mesmos recursos com que trabalhava em 2019”, disse o Edir Viégas.

Para fazer frente às despesas, o reajuste pretendido pela Santa Casa eleva de 24 para 36 milhões o total de recursos recebidos mensalmente. Uma diferença, portanto, de 12 milhões de reais.

E sabe quanto a prefeitura pretende aportar de recursos? 1 milhão de reais. Isso porque já tentou entrar com apenas 500 mil”, destacou o jornalista, que complementa: “Como a prefeitura está quebrada, não tem dinheiro para nada, cresce em âmbito interno discussões sobre a possibilidade de a Santa Casa sofrer nova intervenção, a exemplo do que ocorreu entre 2005 e 2013”.

O governo do Estado já avisou que ao contrário de 2005, na gestão do então governador André Puccinelli, não vai participar dessa aventura, pois ao fim e ao cabo, deu no que deu: as dívidas do hospital, que somavam R$ 20 milhões antes da intervenção, subiram para R$ 80 milhões quando a gestão da instituição foi devolvida à Associação Beneficente de Campo Grande”, finalizou o jornalista.

Fonte: RNC67
Foto: Arquivo CBN CG

 

 

Publicidade

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here