O deputado estadual Neno Razuk (PL) solicitou por meio de indicação que seja disponibilizado um local para servir de Casa de Apoio para os pacientes oriundos do município de Juti em Dourados. A solicitação enviada por meio de ofício pelos vereadores Carlos Antonio Tomazeli, Edimauro da Cruz Libert, Deunizar da Silva Dias, Vando Adão Claudino e pela vereadora Luzia Aparecida Araújo, todos do município que é atendido pelo polo da grande Dourados.

“Solicitamos ao deputado Neno que interceda por nós junto ao Governo do Estado, Governo Municipal ou entidades para firmarmos uma parceria e essa Casa de Apoio seja instalada no município de Dourados e que vão para tratamentos médicos no município vizinho. Somos cientes das dificuldades pelos pacientes que nos pediram para juntar forças e conseguir esse atendimento”, destacou a vereadora Luzia.

Segundo os representantes municipais são muitas as dificuldades que os pacientes passam durante a viagem. “Muitos deles tendo que ir várias vezes ao mês por ser um tratamento continuo. Nossa sugestão é que seja criado em Dourados uma casa de apoio que os pacientes possam ir até lá descansar, fazer suas refeições e até estadia se necessário enquanto aguardam suas consultas e o termino dos atendimentos dos demais; caso não seja possível esta casa de apoio que seja oferecido o café da manhã, almoço e café da tarde se necessário aos usuários”, pontuaram em ofício.

Para Neno Razuk é importante receber esse tipo de demanda. “Conversamos e entendemos o quanto uma casa de apoio pode fazer a diferença para quem necessita do atendimento, já tinha conversado com os vereadores em Juti e vamos trabalhar junto ao Governo do Estado e a Secretaria Estadual de Saúde para que isso aconteça”, destacou Neno.

As proposições solicitadas pelos vereadores que visitaram o gabinete do deputado serão encaminhadas para as respectivas secretarias. “Com atenção especial a criação desse ponto de apoio para as pessoas, que num momento de fragilidade vão ter onde receber atendimento digno e merecido”, finalizou.

Fonte: Assembleia Legislativa de Mato Grosso do Sul

Publicidade

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here