Governador autoriza aumento e custeio da saúde de Dourados vai a R$ 3,3 milhões por mês

0

Solenidade de assinatura de termos e protocolos para investimentos em obras, ações e custeio de assistência médico-hospitalar aconteceu nesta quinta-feira entre o governador Reinaldo Azambuja,  secretários Eduardo Riedel, de Infraestrutura, e Geraldo Resende, de Saúde, com o prefeito de Dourados, Alan Guedes

O Governo do Estado, por meio da Secretaria de Saúde, formalizou nesta quinta-feira, 31, repasses para custeio de assistência médico-hospitalar, obras e ações que somam investimentos de R$ 70.249.111,90 em Dourados, ao longo do ano.

Os recursos serão empregados na ampliação dos procedimentos clínicos e hospitalares de média e alta complexidade, ativação de uma unidade do SAMU Indígena, repasses ao Hospital da Missão Evangélica Caiuá para saúde mental de indígenas e obras do Centro de Diagnóstico e Especialidades Médicas, além de reformas de unidades de saúde nos distritos de São Pedro e Indápolis, e no Jardim Maracanã, região periférica de Dourados.

A assinatura de termos e protocolos aconteceu nesta quinta-feira, às 10h, no auditório da Governadoria, com a participação do governador Reinaldo Azambuja, dos secretários Eduardo Riedel, de Infraestrutura, e Geraldo Resende, de Saúde, e o prefeito de Dourados, Alan Guedes, junto com o secretário municipal de Saúde, Valdno Pereira de Lucena Júnior, deputados estaduais, vereadores, técnicos da área de saúde, entre outras autoridades.

Segundo o secretário Geraldo Resende, o repasse financeiro mensal do Incentivo Estadual de Contratualização, para manutenção dos procedimentos de média e alta complexidade em Dourados, dobra, passando de R$ 1.665.949,23 para R$ 3.331.949,23, totalizando 39.983.390,76 ao ano. Além deste valor, o governo do Estado vai repassar mais R$ 10 milhões a título de auxílio para custeio de ações em saúde para usuários do SUS que residem no município e na região.

Foi assinado, ainda, convênio para aquisição de uma Unidade Móvel – Samu -, exclusivamente para transporte pré-hospitalar de indígenas, no valor de R$ 390 mil. Para o custeio do SAMU Indígena, serão repassados R$ 30 mil/mês.

Também para o atendimento da comunidade indígena, o secretário de Saúde Geraldo Resende e demais autoridades, assinaram protocolo para a oferta de 10 leitos de saúde mental, para tratamento de transtorno mental e dependência de álcool e drogas no Hospital Porta da Esperança, da Missão Evangélica Caiuá. O repasse mensal do Estado para manutenção desses leitos será de R$ 40 mil por mês.

Centro de Diagnóstico e Centro de Especialidades

A cerimônia de ampliação dos investimentos em obras e ações na área de saúde em Dourados marcou ainda o lançamento do Centro de Diagnóstico Médico e Centro de Especialidades Médicas, com destinação de R$ 13,4 milhões, sendo R$ 6,8 milhões oriundos de emenda do então deputado federal Geraldo Resende e o restante em recursos estaduais.

O Centro de Diagnóstico e de Especialidades será construído ao lado do futuro Hospital Regional para atender os 33 municípios da região da Grande Dourados, que possui aproximadamente um milhão de habitantes. A unidade também deverá dar suporte aos pacientes internos do futuro Hospital Regional de Dourados.

Na parte de diagnósticos, a unidade contará com aparelhos e equipamentos de última geração. Ali, a população terá acesso a exames de tomografia computadorizada, ressonância nuclear magnética, ultrassonografia, endoscopia e colonoscopia, Raios-X digital, dopplervelocimetria (exame não invasivo utilizado para estudo da circulação fetal em diversas situações clínicas), laboratório de análises clínicas, teste ergométrico, holter 24h, eletroencefalograma, eletrocardiograma e densitometria óssea.

O centro de especialidades médicas terá perfil ambulatorial, de caráter regionalizado, inserido na rede de Serviços do SUS – Sistema Único de Saúde. A unidade deverá ter espaços para as consultas especializadas e procedimentos ambulatoriais, tais como endoscopia digestiva alta, colonoscopia e broncoscopia, entre outros.

Segundo o secretário Geraldo Resende, o fato de Dourados ser a sede de uma macrorregião faz com que a procura em todas as especialidades médicas, bem como exames de baixa, média e de alta complexidade no município seja muito grande.

“O governador Reinaldo Azambuja mostrou-se bastante sensível com essa realidade e, tão logo viabilizamos os recursos federais, obtivemos dele o total apoio e o compromisso da contrapartida estadual, o que agora se concretiza com o início das obras nos próximos dias”, diz Geraldo Resende.

Clínica da Mulher

Nas revitalizações de unidades Saúde, os investimentos somam R$ 4.897.485,95.

Na revitalização da Clínica da Mulher, que tem área de 834,51 m2, serão investidos R$ 1.252.500,00. Outros R$ 2,504.185,27 serão aplicados nas obras do Hemocentro de Dourados.

De acordo com o protocolo assinado nesta quinta-feira, terão reforma completa as unidades básicas (UBS) da Vila São Pedro, de 202,27m2, com obra orçada em R$ 445 mil, e de Indápolis, área de 265,02 m2, com obra orçada em R$ 584 mil. A unidade de saúde do Jardim Maracanã, região periférica de Dourados, também terá reforma completa. Serão investidos R$ 1.118.000,68 na unidade, que tem 558,68 m2.

Texto: Edmir Conceição, Subcom/Ricardo Minella, SES

Fotos: Ricardo Minella

Publicado por: Ricardo Minella

Publicidade

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here