A Polícia Civil prendeu um terceiro envolvido na execução do do radialista Vladimir Lenin Rosa, de 39 anos, o “Galvão”, na cidade de Maracaju. Conforme apurado pela reportagem do site Campo Grande News, o criminoso se chama Josué e tem 20 anos.

Assim como os outros dois suspeitos que também foram presos durante o dia o jovem também confessou a sua participação no crime. A polícia mantém as investigações, pois existe a suspeita de que haja um mandante do crime. Essa pessoa teria oferecido dinheiro para que o trio executasse o radialista.

Os outros dois jovens foram presos durante o dia. Ainda no período da manhã, Marcelo Cesar Maciel, de 22 anos, foi capturado por pela Polícia Militar enquanto caminhava perto de um posto de gasolina, na região central da cidade.

Marcelo confessou ter praticado o crime e alegou que matou o radialista porque a vítima estaria tentando abusar de sua enteada, de 5 anos de idade. Entretanto, a Polícia Civil constatou que a motivação do crime foi relacionado a uma dívida de drogas.

Durante a investigação os policiais civis descobriram a participação de um outro criminoso, Jean, de 19 anos, . Localizado pelos agentes do SIG (Setor de Investigações Gerais), ele também confessou participação na execução de Vladimir.

O radialista foi executado pelo trio, com diversos golpes de facão e uma pá, em um barraco em que residia um dos autores do crime. A vítima foi levada pelos dois executores até o local do crime, para usar drogas e lá cometeram o crime.

O corpo de Galvão foi encontrado na manhã desta quinta-feira (7) em área de invasão perto do campo de futebol da Vila Juquita.

Publicidade

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here