Polícia Federal resgata mulher em situação de trabalho análoga a de escravo

0

A vítima está sendo assistida por profissionais do Núcleo de Proteção Jurídico-Social e Apoio Psicológico

Comunicação Social SR/PF/SP

 

São Paulo/SP – A Polícia Federal em São Paulo em ação conjunta com a Justiça e o Ministério Público do Trabalho de SP e a Auditoria Fiscal do Ministério do Trabalho e Emprego e, do Núcleo de Proteção Jurídico-Social e Apoio Psicológico, resgataram na data de ontem hoje, 27/07, mulher que trabalhava por 31 anos em situação análoga a de escravo.

A mulher declarou residir e trabalhar com seus patrões há cerca de 31 anos, sem nunca ter carteira de trabalho e contribuição social assinada, nunca ter recebido salário, ter seu turno de trabalho das 7 às 22 horas diariamente e sem ter descanso semanal remunerado. Também alega que durante todos esses anos só tirou um curto período de férias, no ano passado, para visitar sua família no interior de São Paulo.

Em virtude das inúmeras câmeras existentes no local, optou-se por apreender o HD de armazenamento de imagens, para que passe a integrar os autos como peça probatória.

O casal que mantinha a mulher nessas condições foi encaminhado à Delegacia de Defesa Institucional da Superintendência Regional da PF em São Paulo, onde foi ouvido por autoridade policial e responderá pela proporção de seus atos perante a justiça. A mulher em situação análoga a escravo foi assistida por profissionais do Núcleo de Proteção Jurídico-Social e Apoio Psicológico.

Publicidade

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here