Mulher morta em condomínio de luxo da Capital era pecuarista

0

Andreia Flores, vítima de latrocínio, se preparava para trocar de carro ainda hoje; informações foram divulgadas pela família

Andreia Aquino Flores, de 38 anos, foi morta na tarde desta quinta-feira (28) após ser asfixiada por bandidos dentro de sua própria casa em um condomínio de luxo na Chácara Cachoeira em Campo Grande.

Sem muitos detalhes à imprensa, a família, muito abalada, contou que a vítima era pecuarista. Ainda de acordo com a família, Andreia se preparava para trocar de carro hoje.

Andreia era filha do ex-diretor do sindicato rural de Ponta Porã, Ocidio Pavão Flores.

A mulher tinha hematomas pelo corpo, de acordo com informações da Santa Casa, por meio da equipe de coleta de órgãos.

A Equipe do Garras e do GOI estão no Fort Atacadista pegando imagens de segurança para tentar identificar os bandidos que sequestram a funcionária e invadiram a casa da pecuarista Andreia.

Caso – 

Um latrocínio ocorreu no início da tarde desta quinta-feira (28), no condomínio Parque Cachoeira, localizado na rua Nossa Senhora das Mercedes, no bairro Chácara Cachoeira da Capital.

De acordo com informações da Polícia Militar, a funcionária da vítima foi rendida e sequestrada no Fort Atacadista, no Tiradentes e obrigada a levá-los até a casa da patroa, onde ela foi agredida e morta asfixiada.

 

(Com informações do site JD1.com)

Publicidade

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here