Riedel e Tereza Cristina participam de convenção que lançou Bolsonaro no Rio de Janeiro

0

Pré-candidatos de MS compareceram à convenção do PL que confirmou chapa Bolsonaro-Braga Netto

 

RODRIGO ALMEIDA

 

Pré-candidatos Eduardo Riedel e Tereza Cristina participaram da convenção do Partido Liberal (PL) neste domingo (24). Na ocasião foi lançada oficialmente a candidatura à reeleição do presidente Jair Bolsonaro no Rio de Janeiro.

O anúncio também confirmou o general da reserva Braga Netto como candidato à vice-presidência.

“Estivemos no Maracanãzinho na convenção que ratificou o nome do presidente Bolsonaro à Presidência da República. Foi uma verdadeira festa da democracia que presenciamos aqui”, declarou o candidato ao Governo do Estado, Eduardo Riedel em vídeo compartilhado nas redes sociais.

Acompanhado da pré-candidata ao senado Tereza Cristina, a  chapa apoiada por Bolsonaro em Mato Grosso do Sul vai tomando forma no Estado. Riedel utilizou o slogan de Bolsonaro “Fé pelo Brasil” para dizer que a chave também tem “fé pelo Mato Grosso do Sul de construir um projeto de transformação e um novo futuro pelo no Estado”.

Conforme noticiado pelo Correio do Estado, neste final de semana, já em âmbito regional, o Partido Socialista Brasileiro (PSB) lançou apoio à candidatura do Partido da Social Democracia do Brasil (PSDB) no pleito de outubro. Nacionalmente, no entanto, o partido está do outro lado da disputa.

Com Geraldo Alckmin de pré-candidato a vice-presidente, a principal chapa contrária a Bolsonaro será formada com o ex-presidente Lula na disputa na cabeça.

Segundo o serviço de notícias Estadão Conteúdio, os filhos do presidente Jair Bolsonaro, o vereador Carlos Bolsonaro (Republicanos) e o deputado federal Eduardo Bolsonaro (PL-SP) faltaram à convenção nacional do PL.

Além deles, o presidente nacional do Republicanos, Marcos Pereira, partido que integra a aliança eleitoral do Palácio do Planalto, também se ausentou.

Ministros palacianos da ala militar, Augusto Heleno (Gabinete de Segurança Institucional) e Luiz Eduardo Ramos (Secretaria-Geral da Presidência) não foram ao megaevento no Maracanãzinho. Um dos fiadores de Bolsonaro junto ao mercado financeiro, o ministro da Economia, Paulo Guedes, ausentou-se, bem como o ministro da Defesa, Paulo Sérgio Nogueira de Oliveira.

Edição: Pedro Lopes

 

Publicidade

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here