No Equador, confusão em presídio deixa 13 mortos

0

Desde 2020, já foram registradas mais de 400 mortes de detentos causadas pelos frequentes confrontos entre grupos rivais

Uma briga em uma prisão no Equador deixou 13 mortos e dois feridos, informou o órgão estatal responsável pelo sistema carcerário do país (SNAI). O caso aconteceu na segunda-feira 18, em Santo Domingo de los Tsáchilas, província a 80 quilômetros de Quito, capital do país.

O SNAI explicou que houve o registro de “uma briga no interior do centro” penitenciário de Santo Domingo, pelo que solicitou imediatamente o apoio da polícia, das Forças Armadas e do Ministério da Saúde. Segundo o governo, o controle do presídio já foi retomado.

O Ministério Público do país iniciou investigações sobre as mortes das vítimas, algumas supostamente com crueldade, com base em imagens que circulam nas redes sociais.

Em maio, a mesma prisão foi palco de uma rebelião, que deixou 44 presos mortos, entre eles dois venezuelanos, e 11 feridos, incluindo um policial. Na ocasião, 220 presidiários fugiram e quase todos foram recapturados.

Desde 2020, já foram registradas mais de 400 mortes de detentos causadas pelos frequentes confrontos entre grupos que lutam pelo controle das prisões no Equador.

Em setembro do ano passado, o governo do presidente Guillermo Lasso declarou estado de emergência no sistema penitenciário para melhorar os centros de reabilitação social e combater a superlotação e a violência nas prisões.

Publicidade

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here