Turquia anuncia acordo com Ucrânia, Rússia e ONU para retomar exportações de grãos

0

Desde o início do conflito no Leste Europeu, o Kremlin havia bloqueado os portos ucranianos

Redação Oeste

A Turquia anunciou, na quarta-feira 13, um acordo com a Rússia, a Ucrânia e a Organização das Nações Unidas (ONU) que tem o objetivo de retomar as exportações de grãos ucranianos. Desde o início do conflito no Leste Europeu, o Kremlin proibiu o envio de cereais ucranianos para outros países. O impasse expôs milhões de cidadãos ao risco de inanição.

O ministro da Defesa da Turquia, Hulusi Akar, disse que o acordo será assinado quando as partes se encontrarem novamente, na próxima semana. Os países devem verificar os grãos nos portos, e Ankara fará a segurança das rotas de exportação no Mar Negro.

Em discurso, o presidente da Ucrânia, Volodymyr Zelensky, destacou a postura dos turcos. “Estamos realmente fazendo esforços significativos para restabelecer o fornecimento de alimentos ao mercado mundial”, afirmou. “E sou grato às Nações Unidas e à Turquia, por seus respectivos esforços.”

O secretário-geral da ONU, António Guterres, ressaltou a importância do acordo. “Demos um passo importante e substantivo, um passo no caminho para um acordo abrangente”, observou.

Além de grandes fornecedores globais de trigo, a Rússia e a Ucrânia produzem milho e óleo de girassol. O acordo para desbloquear as exportações é vital para a segurança alimentar, principalmente entre os países em desenvolvimento, e para a estabilização dos mercados.

Mais de 20 milhões de toneladas de grãos ucranianos estão presos em silos no Porto de Odessa, no Mar Negro, e dezenas de navios estão retidos por Moscou.

 

Publicidade

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here