“Agricultura Familiar ajuda o Brasil a ser um celeiro do mundo”, afirma Tereza Cristina

0

A afirmação aconteceu durante a 1ª Feira Cultural da Agricultura Familiar em Rio Brilhante/MS

Neste sábado (16), a deputada federal Tereza Cristina (PP/MS) fez questão de prestigiar a 1ª Feira Cultural da Agricultura Familiar em Rio Brilhante/MS e desejar sucesso a todos os participantes.

Realizada pela Associação de Moradores e Desenvolvimento Ser do Campo, do Assentamento São Judas, a feira prossegue até domingo (17) com palestras, cursos, capacitações e oficinas para agricultores familiares, além de stands e expositores de empresas e maquinários. “Eu já trabalhei muito por Rio Brilhante e hoje nessa 1ª Feira, é muito bom ver a agricultura familiar começando a se mostrar. Ela já existe aqui há muitos anos, mas nesta oportunidade, podemos fazer essa interação entre o campo e a cidade”, disse a parlamentar.

Desde que assumiu o primeiro mandato como deputada federal em 2014, Tereza Cristina já destinou cerca de R$10 milhões em recursos através de emendas parlamentares ao município, nas áreas da saúde, saneamento básico, agropecuária e desenvolvimento social. Só na agricultura, foram quase R$6 milhões para a compra de roçadeiras, caminhões, pás carregadeiras, caçambas e implantação de sistema de irrigação.

Durante o evento, Tereza Cristina lembrou da valorização permanente do campo desde o pequeno, médio e grande produtor e o fortalecimento da agricultura familiar pelo atual governo federal com a unificação da agricultura. “O Ministério da Agricultura antes era separado, cuidava só da grande agricultura, mas no Governo Bolsonaro, toda a agricultura foi para dentro de um só órgão, se transformando em uma única agricultura. Ela é segmentada, as necessidades são diferentes, mas eu tive o prazer de trabalhar muito pelos pequenos produtores. Uma prova disso são os planos Safra, sempre voltados essencialmente para esse público”, destacou a parlamentar.

Os resultados, segundo Tereza Cristina, estão por todo o Brasil com a agricultura crescendo. “Eu tenho certeza que cada vez mais a agricultura familiar, que abastece as cidades, poderá crescer mais, produzir e gerar renda para que as pessoas permaneçam no campo e, principalmente, atrair os jovens para a produção, que está cada vez mais tecnificada, sabendo o que esse país saber fazer: produzir, principalmente no campo. Por isso, o mundo inteiro chama o Brasil de celeiro do mundo”, enfatizou a ex-ministra.

Questionada sobre a sua pré-candidatura ao Senado por Mato Grosso do Sul, a deputada federal falou da importância de ouvir e entender os anseios das pessoas. “Essa época é muito boa porque a gente pode conversar com calma, ouvir, saber o que elas pensam, o que elas querem, quais os seus sonhos e o que o parlamento brasileiro pode fazer para melhorar a vida da nossa gente. Porque se nós formos para lá para não pensar no Brasil, no nosso estado e nas pessoas, nada disso vale a pena”, reforçou.

Em suas viagens por todo o interior do estado e encontros com a população, Tereza Cristina disse que tem ouvido muitas reivindicações em diversas áreas como saúde, educação, segurança pública, entre outras, e que “essa interação é de suma importância para a formação de opinião e de propostas para atender a população sul-mato-grossense”, finalizou.

Publicidade

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here