PF investiga desvio de verbas destinadas à saúde

0

Operação cumpre mandado de busca e apreensão, expedido pela 5ª Vara Criminal da Justiça Federal de Goiânia/GO

(Goiânia/GO) – A Polícia Federal deflagra na manhã desta terça-feira (12/7) a Operação Trabalho Árduo*, com objetivo de investigar indícios de desvios de valores repassados pela União destinados à construção de duas Unidades Básicas de Saúde nos anos de 2013 e 2014. A totalidade dos valores teria sido desviada para um familiar do prefeito à época dos fatos.

O Ministério da Saúde teria destinado R$ 326.400,00 ao Fundo Municipal de Saúde de Faina/GO para a construção de duas unidades básicas de saúde. Os valores representam quase um terço do repassado pela União ao município para investimentos nos anos de 2013 e 2014.

Entretanto, as investigações indicam que os serviços não foram prestados pela empresa de engenharia contratada e que os valores referentes teriam sido integralmente depositados diretamente na conta de um primo do prefeito, o qual não possuía relação com a prefeitura ou com a empresa contratada.

Os pagamentos foram realizados sem cumprimento das formalidades necessárias e mediante autorização do próprio prefeito. O Ministério da Saúde já identificou irregularidades e emitiu atos administrativos cancelando os convênios/propostas.

Faina fica a aproximadamente 200km de Goiânia e, segundo estimativas do IBGE, possui menos de 7 mil habitantes. Conforme site da prefeitura do município, a cidade conta com apenas 4 Unidades Básicas de Saúde.

Os crimes investigados são: peculato, associação criminosa e lavagem de dinheiro, cujas penas podem alcançar 22 anos de reclusão, além de multa.

*O nome da operação faz referência a um dos significados do próprio nome do município, faina, que significa trabalho árduo, além de fazer alusão, de forma irônica, à atuação da gestão municipal que negligenciou no atendimento à demanda por saúde do Município.

 

Comunicação Social da Polícia Federal em Goiás

62 32409607

Publicidade

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here