Morre brasileiro que foi para guerra na Ucrânia como voluntário

0

Natural do Rio Grande do Sul, André Luis Hack Bahi morava no Ceará

Redação Oeste

O brasileiro André Luis Hack Bahi, socorrista de 43 anos, morreu na Ucrânia durante o conflito entre russos e ucranianos, confirmou o Ministério das Relações Exteriores, nesta quinta-feira, 9. Ele atuava como voluntário.

Em nota, o Itamaraty informou que trabalha para trazer o corpo do brasileiro, que deve ser cremado no Ceará. Bahi era natural do Rio Grande do Sul, mas morava no Nordeste.

O voluntário brasileiro fazia parte de um grupo que lutava em defesa da Ucrânia — contra a invasão russa que ocorreu em 24 de fevereiro deste ano. Ele morreu em um confronto em Severodonetsk, cidade que é o último ponto de resistência ucraniana na região de Luhansk, leste do país.

Leia a nota completa do Ministério das Relações Exteriores:

O Ministério das Relações Exteriores recebeu, por meio da Embaixada do Brasil em Kiev, confirmação do falecimento de nacional brasileiro em território ucraniano em decorrência do conflito naquele país e mantém contato com familiares para prestar-lhes toda a assistência cabível, em conformidade com os tratados internacionais vigentes e com a legislação local.

Assim como tem feito desde o começo do conflito, o Itamaraty continua a desaconselhar enfaticamente deslocamentos de brasileiros à Ucrânia, enquanto não houver condições de segurança suficientes no país.

Ressalte-se que, em observância ao direito à privacidade e ao disposto na Lei de Acesso à Informação e no decreto 7.724/2012, mais informações poderão ser repassadas somente mediante autorização dos envolvidos ou de seus familiares diretos. Assim, o MRE não poderá fornecer dados específicos sobre casos individuais de assistência a cidadãos brasileiros.

Publicidade

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here