Expectativa é que seja de uma das seis vítimas ainda desaparecidas

Mais de três anos depois da tragédia em Brumadinho, em Minas Gerais, o Corpo de Bombeiros localizou, nesta segunda-feira (2), uma ossada com aproximadamente 40 segmentos, em uma área chamada Esperança 1.

O material pode ser de uma das seis vítimas ainda não identificadas no rompimento da barragem da mina do Córrego do Feijão, em janeiro de 2019.

Segundo o tenente do Corpo de Bombeiros Pedro Aihara, se forem consideradas a “relevância e as características” do material enviado para a perícia, há “boas possibilidades” de nova identificação.

Na tragédia, o rompimento da barragem da mineradora Vale causou 270 mortes, além impactos ambientais em diversas cidades da bacia do Rio Paraopeba.

Fonte: Karine Melo – Repórter da Agência Brasil – Brasília
Foto: Divulgação Corpo de Bombeiros de Minas Gerais

Publicidade

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here