Suspeitos por esquartejar e carbonizar corpo de casal são presos em Campo Grande

0

Por g1 MS

A Polícia Civil, através da Delegacia de Homicídios, cumpriu, nesta terça-feira (15), o quarto mandado de prisão dos suspeitos pela morte de Priscila Gonçalves Alves e Pedro Vilha Alta Torres, carbonizados em agosto de 2021. Quatro pessoas foram presas: um homem, de 32 anos, duas mulheres, de 35 e 31 anos e um adolescente, de 17 anos. O caso ocorreu há cerca de 6 meses, foi quando o casal foi encontrado esquartejado e queimado às margens da BR-262, na saída para Três Lagoas. Na época do crime só foi possível a identificação de Priscila, porque as digitais dela estavam preservadas.

Um mês depois, o exame de DNA confirmou que o corpo encontrado ao lado era o do marido, como já acreditava a polícia. Segundo familiares, o fim trágico do casal foi provocado pelo uso de drogas.

Corpo estava próxima boca de lobo, na saída para Três Lagoas — Foto: Itamar Silva/TV Morena

Prisão

As capturas das mulheres e o do adolescente ocorreram, nesta segunda-feira (14), no município de Ribas do Rio Pardo, a 102 km de Campo Grande, e contaram com o apoio da Polícia Civil do município. O adolescente foi imediatamente apresentado à Delegacia Especializada de Atendimento à Infância e Juventude (Deaij), que atua na apuração.

Já o homem, preso nesta terça, já havia sido preso depois do crime, por fato diverso, e atualmente está recolhido no Centro de Triagem, em Campo Grande.

O caso continua em investigação pela Delegacia Especializada de Repressão aos Crimes de Homicídios (DEH).

Publicidade

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here