Enteado mata padastro no Estrela Porã após mãe reclamar ter ‘medo’ do companheiro

0

No final da tarde desta terça-feira (17), um jovem identificado como Gilberto, 25, se apresentou no Setor de Investigações Gerais (SIG), como autor do assassinato de Roberto Carlos Ayala Duarte, de 47 anos. O crime aconteceu no último sábado (14), no bairro Estrela Porã, em Dourados.

De acordo com informações policiais, o jovem compareceu à delegacia acompanhado do advogado Jeferson Moreno. A vítima era padrasto do Gilberto. À polícia, ele relatou que não mora na residência e que a mãe foi até a sua casa e disse que havia tido uma discussão com a vítima.

Além disso, o autor informou que a mãe comentou estar com medo porque Roberto tinha comprado uma arma e que as brigas aconteciam constantemente entre eles. A partir disso, o jovem foi até a casa do casal, mas a vítima não estava no local, entretanto, achou a arma embaixo do colchão e levou com ele.

Após algum tempo conversando com a mãe, Gilberto disse que iria receber um dinheiro do patrão e em seguida voltaria. Ao retornar para a residência, encontrou o padrasto tomando cerveja encostado no veículo GM/Monza, de cor azul, estacionado na rua projetada D.

Em depoimento, ele informou que questionou a vítima sobre as brigas com a mãe e ambos começaram uma discussão. O autor ainda relatou que Roberto foi para cima dele, momento em que pegou a arma que estava na cintura e efetuou os disparos. Após isso, Gilberto disse que pegou a bicicleta e fugiu do local.

Na fuga, ele jogou a arma no mato. Ao se apresentar na delegacia, ele contou a versão do fato e indicou para a polícia o local que estaria a arma. Policiais foram até o local e apreenderam o equipamento utilizado no crime. 

Anteriormente a apresentação do autor, o SIG já tinha informações sobre a autoria do assassinato.

Caso 

Conforme informado pelo Dourados News, a vítima foi atingida com três disparos de arma de fogo, que atingiram o ombro, transfixando para a região do peito.

Uma equipe do 2º Grupamento de Corpo de Bombeiros foi acionada, mas ao chegar no local a vítima já estava morta. Roberto tinha passagem pela polícia pelo crime de homicídio. 

Arma usada no crime

(Notícia e fotos extraídas do Dourados News)

Publicidade

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here