Roney Minella – Departamento Municipal de Comunicação (Itaquiraí – MS)

A Secretaria Municipal de Saúde da Prefeitura de Itaquiraí está desenvolvendo uma das mais importantes campanhas de prevenção às DSTs – Doenças Sexualmente Transmissíveis. Desta vez o foco é a sífilis, doença que tem registrado aumento considerável no país, no estado e, principalmente, no âmbito do município.

A campanha teve início no último dia 2 de setembro e prosseguirá até o próximo dia 10 de outubro, através da Secretaria Municipal de Saúde e iniciativa dos ACSs – Agentes Comunitários de Saúde. “A ação está sendo realizada através de mutirão, com visitas de forma coletiva, em todos os domicílios da cidade, onde os agentes falam abertamente sobre a sífilis, como ela se apresenta, as formas de contágio, sintomas, conseqüências e, principalmente, prevenção e o tratamento”, informa o secretário municipal de Saúde, Marcelo Batista Rosa.

Para repassar orientações, esclarecer dúvidas e capacitar ainda mais os agentes de saúde para a campanha, antecipadamente foi realizada uma palestra, pela enfermeira do ESF Central, Silvia Andrade. O treinamento contou com as participações de outros membros da enfermagem do Município que repassaram seus conhecimentos e experiências, garantindo informações necessárias aos ACSs na hora de orientar as pessoas sobre a sífilis e demais DSTs.

A ação começou pelos assentamentos rurais, posteriormente, no dia 16 de setembro as equipes concentraram as visitações na cidade. Para o encerramento da campanha estão programadas as instalações de dois estandes, sendo um na avenida Industrial e outro na avenida Treze de Maio, a partir das 8 horas. “Nestes locais, manteremos agentes de saúde prestando todas as informações possíveis sobre as DSTs, mais uma vez, com ênfase na sífilis e Aids”, antecipa Daniele Souza, da coordenadoria de Atenção Básica da Secretaria de Saúde.

“É importante agradecer a população que tem entendido o propósito da campanha e vem recebendo nossos Agentes Comunitários de Saúde em suas residências. Este contato direito permite mensurarmos o conhecimento da população sobre estas terríveis doenças e, ao mesmo tempo, traçarmos o mapa da prevenção e, sobretudo, o combate no caso do registro destas patologias. A campanha está alcançando um resultado acima das expectativas e quem ganha com isso são as famílias”, avalia Marcelo Rosa.

Publicidade

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here