-Operações da Polícia Federal mostram que facção criminosa tenta driblar o órgão que alerta sobre movimentações financeiras-

Cravada e Caixa-Forte: operações da Polícia Federal realizadas em 6 e 9 de agosto contra facção criminosa evidenciam que não é só político que teme o Coaf (Conselho de Controle de Atividades Financeiras). O PCC (Primeiro Comando da Capital) também tenta driblar o órgão que alerta sobre movimentações financeiras e fraciona os depósitos dos lucros do crime em centena de contas.

Publicidade

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here