-Operador de Dario Messer, Mario Libman foi preso em Ipanema, Zona Sul. O filho dele, outro alvo da operação, ainda não foi encontrado. Rafael Libman foi genro do ‘doleiro dos doleiros’, que está foragido-

Vitor Abdala – Repórter da Agência Brasil  (Rio de Janeiro)

Policiais federais cumprem hoje (10) dez mandados de prisão preventiva e sete de busca e apreensão contra acusados de integrar uma organização criminosa voltada para o tráfico internacional de drogas. Os mandados estão sendo cumpridos no Rio de Janeiro, em São Paulo, Rondônia e na Paraíba.

De acordo com a Polícia Federal, o grupo criminoso comanda as operações a partir da cidade do Rio de Janeiro.

As investigações tiveram início em março de 2017, quando um dos acusados foi preso com 320 quilos de cocaína no estado de Rondônia. A partir daí, foi possível identificar outros suspeitos de integrar a quadrilha.Durante o monitoramento do grupo, a polícia conseguiu fazer três apreensões, num total de 2,5 toneladas de drogas que seriam distribuídas em favelas do Rio.

A força-tarefa da Lava Jato no Rio de Janeiro já prendeu nesta terça-feira (9) Mario Libman, apontado como um dos operadores de Dario Messer, o ‘doleiro dos doleiros’.

Mario foi preso pela Polícia Federal (PF) por volta das 6h30 em Ipanema, Zona Sul do Rio.

A operação, um desdobramento da Câmbio, Desligo, procura ainda o filho de Mario, Rafael Libman. Rafael foi casado com uma filha de Messer. O “doleiro dos doleiros” está foragido desde maio de 2018.

PF prende no Rio operador de Dario Messer em mais uma fase da Lava Jato

PF prende no Rio operador de Dario Messer em mais uma fase da Lava Jato

Messer controlava uma espécie de banco clandestino de dólar que tinha mais de 400 clientes. A força-tarefa afirma que o doleiro e seus operadores lavavam dinheiro dos esquemas de corrupção chefiados por Sérgio Cabral.

Os mandados foram expedidos pelo juiz Marcelo Bretas, da 7ª Vara Criminal Federal.

A advogada Sheila Lustosa, que defende Mario Libman, disse que “não teve acesso à íntegra do processo mas que está estudando o caso para entrar com alguma medida e demonstrar a real versão dos fatos”.

Mario Libman (de boné) deixa sua casa, em Ipanema, a caminho da sede da PF — Foto: Reprodução/TV Globo

Mario Libman (de boné) deixa sua casa, em Ipanema, a caminho da sede da PF — Foto: Reprodução/TV Globo

Mario Libman chega à sede da PF do RJ — Foto: Reprodução/TV Globo

Mario Libman chega à sede da PF do RJ — Foto: Reprodução/TV Globo

Buscas no Cassino Atlântico

Segundo as investigações, uma sala comercial no Shopping Cassino Atlântico, em Copacabana, era usada para receber dinheiro em espécie.

Equipes da PF também estão no shopping para busca e apreensão.

A operação desta terça tem por base delações da família de Messer. Mario e Rafael já haviam sido citados em uma outra delação, a de Cláudio Barbosa, o Tony.

Segundo Tony, Mario tinha uma pasta no sistema eletrônico de câmbio negro de Messer. Um trecho da delação diz que em uma ocasião Mario recebeu R$ 13 milhões na sua loja.

Dario Messer está foragido — Foto: Reprodução/TV Globo
Dario Messer está foragido — Foto: Reprodução/TV Globo

Publicidade

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here