-Depois de prestarem depoimento, os agentes devem ser levados para celas da 3ª DP (Delegacia de Polícia) da Capital-

Policiais do Gaeco (Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado), cumprem mandados de prisão e busca e apreensão em duas cidades de Mato Grosso do Sul na manhã desta segunda-feira (8/7). 

As ações são em combate ao tráfico de drogas, armas e corrupção policial.

A operação foi batizada de Balcão de Negócios. 

De acordo com o Ministério Público Estadual, são 12 mandados de prisão preventiva, quatro temporárias e 11 de busca e apreensão em Campo Grande e Aquidauana. 

Dos 16 mandados de prisão que o Gaeco cumpre hoje, dois são contra policiais civis. Os investigadores Gil Emerson Vasconcelos Santana e Paulo César dos Reis, da 1ª DP (Delegacia de Polícia) de Aquidauana, foram presos e serão trazidos para a Corregedoria-Geral, em Campo Grande, onde serão ouvidos, segundo o delegado-geral Marcelo Vargas.

Depois de prestarem depoimento, os agentes devem ser levados para celas da 3ª DP (Delegacia de Polícia) da Capital. Os investigadores têm contra si mandados de prisão temporária (com duração de cinco dias) e mandados de busca e apreensão.

Delegado Carlos Delano, responsável por investigação do sumiço da droga (Foto: Paulo Francis/Arquivo)
Delegado Carlos Delano, responsável por investigação do sumiço da droga (Foto: Paulo Francis/Arquivo)

Além das casas dos policiais, a delegacia de Aquidauana também está sendo vasculhada pelo Gaeco, segundo Vargas. Na cidade a 135 km de Campo Grande, os delegados Carlos Delano e Elton Galindo acompanham a ação.

O Gaeco deve prender preventivamente (por tempo indeterminado) 12 pessoas e 2 temporariamente.

A Operação Balcão de Negócios investiga crimes de organização criminosa dedicada ao tráfico de drogas, de armas e corrupção policial. O trabalho se concentra em Campo Grande e Aquidauana.

A ação repete o que ocorreu no dia 24 de junho, quando o delegado Éder Oliveira Moraes, 50 anos, foi preso em operação da Corregedoria da Polícia Civil por envolvimento no sumiço de 101 quilos de cocaína da delegacia de Aquidauana. Além dele, mais 11 pessoas foram detidas pelo furto da droga na ocasião.

Veículos do Gaeco em frente a delegacia de Aquidauana (Foto: O Pantaneiro)
Veículos do Gaeco em frente a delegacia de Aquidauana (Foto: O Pantaneiro)

(Extraído do CGNews)

Publicidade

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here