Câmara cassou ontem à noite, prefeito acusado de pagar mensalinho a vereadores

0

Carlos Anibal Ruso Pedroso (PSDB), teve o mandato de prefeito cassado durante sessão de julgamento realizada na manhã de segunda-feira, 1º de abril, na Câmara Municipal de Ladário. Conforme o Diário Corumbaense, nove dos dez vereadores presentes, votaram pela cassação.

O relatório da Comissão Processante, que trabalhou por mais de três meses, foi favorável às denúncias de infrações político-administrativas cometidas por Carlos Ruso, feitas pelo MPE.

A investigação apontou que o agora ex-prefeito, comandava  esquema para ter apoio político dos vereadores, com pagamentos mensais que chegavam até R$ 3 mil a cada um dos acusados.

Conforme o presidente da Câmara, Daniel Benzi, o próximo passo é publicar o decreto que traz a decisão da comissão, oficializando a cassação de Ruso.

“Ele está cassado ao ser condenado aqui político-administrativamente. Independente do que ocorra na esfera judicial, ele não volta mais ao cargo. O próximo passo é publicar o decreto”, explicou Daniel Benzi ao Diário Corumbaense. 

Por sua vez, o advogado de defesa do prefeito cassado, Elton Nasser, disse que já se tem medida judicial ajuizada e irá ingressar com outras providências.


“No nosso entendimento houve cerceamento de defesa e houve inclusive incorreta adequação da norma ao caso concreto. Diante disso, vamos tomar medidas que o caso requer no sentido de salvaguardar os direitos do Carlos Ruso, na esfera eleitoral. Vamos apresentar a ação cabível, onde prefiro fazer o histórico na própria petição. O que falei na tribuna, extremamente de forma respeitosa, foi no sentido que houve a afronta às garantias constitucionais na ampla defesa contraditória e essa situação vai ser objeto de exame mais profundo no judiciário e todas essas questões podem ser acolhidas”, declarou o advogado de Ruso ao portal do jornal.

(Extraído do douradosnews)

Publicidade

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here