-Secretaria Municipal de Saúde deflagra guerra ao mosquito e convoca população para a campanha-

(Roney Minella) – A Secretaria Municipal de Saúde da Prefeitura de Itaquiraí deflagrou guerra contra o mosquito Aedes aegypti, transmissor da dengue, zika vírus e chikungunya. Dados do Boletim da Dengue da Secretaria de Estado de Saúde e confirmados hoje (15-03) pela Coordenadoria Municipal de Endemias apontam que em Itaquiraí foram notificados 36 casos de dengue, dos quais, 19 deles já foram confirmados como positivos e 17 negativos.
AÇÃO DE COMBATE
Atenta ao aumento dos casos de dengue, as ações de combate estão sendo reforçadas pela Coordenadoria de Endemias. O coordenador, Marcos Aurélio Domingos, destaca a realização das visitas domiciliares para a conscientização dos moradores. “Toda a equipe está fazendo um corpo a corpo, orientando as famílias, eliminando os criadouros de mosquitos e pedindo o apoio de toda a sociedade para, juntos, vencermos esta guerra contra o mosquito”, informa Domingos.
Outra ação para matar o mosquito, porém só realizada após a notificação, é o chamado bloqueio. “Para isso, fazemos a aplicação do veneno Malation AE 44, visando eliminar o foco do mosquito. Nos últimos meses já fizemos a aplicação de aproximadamente 170 litros de veneno. Utilizamos três bombas motorizadas costal para as pulverizações no interior dos terrenos das residências”.


EQUIPE
Compões a equipe da Coordenadoria de Endemias: Marcos Aurélio Domingos (Coordenador), Leandro Soares (Supervisor), Paulo Sérgio, Pedro Costa, André Cardoso, Elias Ferreira, Vanildo Celestino e Mário Adriano (Agentes), e Anilton Frezze (Laboratorista).
Marcos Aurélio acrescenta que mesmo com esta equipe de endemias realizando seus trabalhos não tem sido possível evitar o aumento das notificações. “Por isso, convocamos toda a sociedade, desde crianças, jovens, adultos e idosos a nos ajudarem a combater a proliferação do Aedes Aegypti, adotando ações de prevenção e eliminando os recipientes com água onde o mosquito possa se reproduzir, como pneus velhos, garrafas pet, vasos de plantas, caixas d’água destampadas, calhas dos telhados entupidas, e lixo doméstico”.

Equipe da Coordenadoria de Endemias que está atuando na cidade conscientizando, orientando e fazendo bloqueios de áreas infestadas com aplicação de veneno.


Ao fazer o alerta o coordenador municipal informou que os bairros da área central foram os que mais registraram focos do mosquito, principalmente, na rua Anália Tenório. Porém, foram encontrados mosquitos da dengue no Jardim Primavera, Seac, Nova Era e Betel.
“Em todo o ano de 2017 foi apenas um caso de dengue e, em 2018, somente dois casos. Agora já são dezenove. Precisamos urgentemente voltar ao índice zero de infestação, e somente com a participação de todos vamos vencer esta luta’, analisa o secretário municipal de Saúde Marcelo Batista Rosa ao avaliar os trabalhos, determinar as ações de combate e conclamar a população a participar da campanha #Todoscontraomosquito.

Publicidade

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here