(Roney Minella) – O Rotary Club de Naviraí e a Secretaria Municipal de Meio Ambiente da Prefeitura de Itaquiraí realizaram com sucesso o 7º Rally do Lixo. A ação desenvolvida no feriado de 15 de novembro retirou todo tipo de lixo encontrado à montante e jusante das margens do rio Amambai.

A largada do Rally do Lixo, no embarcadouro nas proximidades da ponte da BR-163, contou com a participação de aproximadamente 180 pessoas, grande parte deles de rotarianos, lideranças ligadas diretamente ao setor de Meio Ambiente, empresas apoiadoras, e voluntários que, pela sétima vez, se unem nesta ação de preservação ambiental.

Um dos coordenadores do projeto, o rotariano Antônio Simões Diniz, popular Tonin, informa que foram plantadas 300 mudas de plantas nativas na Fazenda Bom Fim, localizada a margem do Rio e feita a soltura de 1.100 peixes. “Superou as nossas expectativas, pois, conseguimos a inscrição de 56 embarcações e em torno de 180 participantes”, relata Diniz.

O Tenente Bombeiro Militar, Oldair, que auxiliou na organização do passeio ambiental, antes do Rally orientou os participantes sobre o percurso, manobras e cuidados para evitar acidentes durante o recolhimento do lixo. Agentes da Polícia Militar Ambiental, e da Fazenda Green Farm de Itaquiraí, também participaram da ação. “Com o apoio da fazenda Green Farm que fez a doação de peixes vivos para este Rally, e aqui destacamos o sócio, Luiz Samartano, foi possível fazer a soltura de 1.100 peixes, como ação de preservação de espécime e de repovoamento do rio Amambai”, destaca o secretário municipal de Meio Ambiente de Itaquiraí, Luiz Carlos de Souza.

Finalizado o 7º Rally do Lixo, em torno de um caminhão caçamba de lixo foi retirado do rio. “Aconteceu tudo dentro do programado. Graças a Deus”, comemorou Toninho Simões. O atual presidente do Rotary de Naviraí, Vaute Antunes de Oliveira (gestão 2018/19), agradeceu aos parceiros e a participação de todos, frisando a grande parceria com o JBS local que além das camisetas foi a responsável pelo café da manhã. “Através da junção de esforços é que vamos ajudar a preservar o nosso planeta. Aqui está a prova de que com a união de um clube de serviços, dos órgãos públicos e iniciativa privada é possível atuar em benefício da preservação da fauna, flora e recursos naturais”, analisou o presidente do RC.

 

Publicidade

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here