Hospital São Francisco de Itaquiraí apoia o aleitamento materno em projeto inédito

0
Enfermeira Márcia Queiroz utiliza bebê de boneco para orientar mamãe a forma correta de pegar o neném para o aleitamento materno. Foto – Divulgação

AGOSTO DOURADO

(Roney Minella) – O Hospital São Francisco (HSF) de Itaquiraí está desenvolvendo um projeto inédito, incentivando e apoiando o aleitamento materno. Inicialmente, utilizando materiais lúdicos, como uma boneca que simula um recém nascido, ou mamas confeccionadas em crochês que simulam o seio materno, as enfermeiras orientam e ensinam desde a pega correta e posição mais propícia para o recém nascido mamar.

“Estamos estimulando as mamães de primeira viagem a adotarem a amamentação, principalmente, nas primeiras horas de vida dos nenéns. Aproveitamos o período de estadia no hospital para abordarmos o assunto e incentivar e ajudar as mamães a colocarem em prática esta que é uma das principais orientações da Organização Mundial de Saúde e também do Ministério da Saúde”, confirma a enfermeira Márcia Queiroz uma das entusiastas da prática e que junto com as demais enfermeiras do São Francisco estão desenvolvendo o projeto.

Concomitantemente ao incentivo à amamentação, as enfermeiras do Hospital São Francisco também orientam as mamães quanto ao banho do recém nascido e como proceder corretamente para o curativo do cordão umbilical. “Fazemos questão de passar todas estas informações e orientações adicionais, como por exemplo, qual a atitude para evitar que os bebês tenham cólicas e, se tiverem, o que fazer para combater a dor”, observa Márcia.

A nutricionista do HSF, Tatiane Oliveira de Resende, acrescenta que além de oferecer o leite materno nas primeiras horas de vida do bebê, o projeto incentiva que as mamães continuem amamentando os filhos no mínimo até o sexto mês.

“E para que as mamães tenham leite suficiente, é importante que façam uma alimentação balanceada e consumam alimentos que ajudam a aumentar a produção de leite. Além disso, orientamos sobre os alimentos que devem ser evitados, pois, o que elas ingerem são transferidos ao recém nascido através do leite materno, por isso, alguns bebês têm mais desconforto intestinal, cólicas e gases que outros”, orienta Tatiane.

O diretor do HSF, Milton Melo – Pacato, não esconde sua satisfação pela iniciativa das enfermeiras. “Prontamente acatamos esta ideia até porque ela vem ao encontro da campanha do “Agosto Dourado” e será desenvolvido até o fim deste mês. E comprovando que todas estão empenhadas neste projeto, a equipe instalou na Recepção, cartaz e mensagem alusiva ao Agosto Dourado, estimulando as mamães e conclamando os papais para também participarem da campanha pela amamentação materna. Realmente, está comprovado cientificamente que os bebês criados com leite materno são mais saudáveis, e livres de doenças que o aleitamento ajuda a evitar e combater, por isso, tem nosso incondicional apoio”, pontua Pacato.

A enfermeira Márcia Queiroz e a nutricionista Tatiante Resende, com casal e filho recém nascido, onde a mamãe adotou a amamentação por estímulo do HSF.

 

 

Publicidade

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here