Resgatados de traficantes, ‘monstros aquáticos’ mexicanos se reproduzem no maior aquário de água doce do mundo, em MS

0

Os Axolotes são anfíbios, de raça mexicana, que estão ameaçados de extinção em seu habitat natural. Os animais foram resgatados em Miranda (MS), após passarem mais de 12h sem troca de oxigênio.

Ameaçado de extinção no México, a espécie exótica de salamandra, os Axolotes, se reproduziram no Bioparque Pantanal e trouxeram mais 100 filhotinhos ao mundo. Resgatados do tráfico animal pela Polícia Rodoviária Federal (PRF), em Miranda (MS), os “novos papais” passaram mais de 12h sem troca de oxigênio e em sacos plásticos antes de irem para o complexo de água doce.

Os ovos dos filhotes eclodiram entre os dias 19 e 20 de julho e foram colocados em um aquário separado dos outros animais. Eles estão em quarentena e levam em torno de 7 meses para chegar na maturidade sexual.

Nas imagens é possível ver características do estado larval da salamandra, como brânquias externas e barbatana caudal. Também conhecido como “monstros do mar”, esses animais também possuem grande capacidade regenerativa de tecidos e órgãos.

Resgate

A PRF resgatou 10 salamandras que estavam sendo transportadas de forma irregular e sem licença necessária, no primeiro dia de junho. Após passarem mais de doze horas sem troca de oxigênio e em sacos plásticos, cinco desses animais foram encaminhados para o Bioparque Pantanal.

Os anfíbios chegaram no maior complexo de água doce do mundo no dia 8 de junho de 2022 e ficaram em quarentena para adaptação e cuidados antes de ir para o tanque. Atualmente, as três fêmeas e os dois machos são uma das principais atrações do aquário.

Fonte: Débora Ricalde, g1 MS 
Foto: Polícia Rodoviária Federal/Reprodução 

Publicidade

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here