Os aproximadamente 100 indígenas que desde as 6h45 bloqueavam a Ponte Ayrton Senna, na divisa entre os Estados de Mato Grosso do Sul e Paraná, liberaram o trânsito no local. O fato teve início por volta de 11h15, segundo a PRF (Polícia Rodoviária Federal).

O congestionamento na região chegou a 2 quilômetros de cada lado da BR-163. O protesto ocorreu no município paranaense de Guaíra, próximo a Mundo Novo.

A manifestação realizada nesta manhã é contra a municipalização dos serviços de saúde indígena. O bloqueio foi encerrado após conversa dos indígenas com membros do MPF (Ministério Público Federal).

No último dia 20, o ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandetta, anunciou mudanças na estrutura da pasta que impactam diretamente as diversas etnias espalhadas pelo país.

A proposta que prevê a extinção da Secretaria Especial de Saúde Indígena (Sesai), que passaria a atuar como um departamento, incorporando os serviços destinados às aldeias a uma nova Secretaria Nacional da Atenção Primária.

Recentemente em visita a Dourados, Mandetta foi alvo de protestos de indígenas e profissionais de saúde contra a medida apresentada pelo governo. 


Publicidade

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here