Reinaldo Azambuja descarta intervenção na saúde de Dourados

0

-Governador diz que vai acelerar obras do Hospital Regional-

O governador Reinaldo Azambuja (PSDB) descarta qualquer intervenção estadual na saúde de Dourados. Segundo ele, o município é quem detém a gestão plena do setor e cabe ao Governo do Estado ser parceiro. Neste ponto, anunciou que as obras do Hospital Regional, em construção na BR-463, serão aceleradas.

Na manhã desta quinta-feira (21), o chefe do Executivo estadual concedeu entrevista coletiva em um hotel da cidade. O evento faz parte do programa Governo Presente, por meio do qual ele pretende identificar as demandas essenciais dos 79 municípios para transforma-las em investimentos.

De acordo com o site Dourados News, na noite anterior, ele manteve reunião com agentes políticos de Dourados na sede regional da Sanesul (Empresa de Saneamento de Mato Grosso do Sul). Nesta ocasião ouviu as principais reivindicações locais, sobretudo sobre infraestrutura, e elencou a Rua Coronel Ponciano como principal preocupação.

Mas diante da recente manifestação da secretaria municipal de Saúde, Berenice Machado de Souza, que sugeriu rever a gestão plena por considerar que “Dourados não tem como bancar a saúde de mais de trinta municípios”, o governador pontuou já estarem em andamento estudos que devem garantir “investimentos para dar uma saúde melhor à população de Dourados”.

“Nós estamos ajudando. A gestão da saúde de Dourados é plena, é o município que gere a saúde. O Governo do Estado é parceiro na transferência de recursos, no apoio. Estamos construindo um hospital regional que vai ser administrado pelo Estado, alugamos o hospital São Luiz que faz cirurgias eletivas”, pontuou.

Azambuja recordou a recente visita do ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandetta, e revelou que equipe disponibilizada da Fiocruz (Fundação Oswaldo Cruz) tem trabalhado em parceria com a Secretaria de Estado de Saúde.

“Através desse planejamento teremos ações efetivas, para sabermos qual o ponto que temos que atacar. Nisso o Ministério está nos auxiliando. Tenho certeza que após a finalização desses estudos feitos por essa equipe contratada pelo Ministério da Saúde junto com a Secretaria de Estado teremos um bom planejamento. Apresentamos isso ao município, porque quem decide é o município, a gestão é local, então não tem previsão nenhuma de fazer intervenção, queremos dialogar, fazer uma pactuação com os resultados desse planejamento e poder fazer os investimentos para dar uma saúde melhor à população de Dourados”, destacou.

Quanto ao Hospital Regional de Dourados, em construção num terreno às margens da BR-463, na saída para Ponta Porã, o governador de Mato Grosso do Sul disse que as obras serão aceleradas. “Nós pactuamos agora com a empresa que ganhou a licitação do Hospital Regional, então vamos acelerar a obra”, explicou.

Publicidade

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here