Presidente da Câmara assume a prefeitura de Japorã hoje de manhã

0

-TSE afastou o prefeito, o vice e uma vereadora do município; posse está marcada para às 10 horas-

O presidente da Câmara Municipal de Japorã, Paulo Cesar Franjotti (PR) assume hoje o cargo de prefeito do município para um mandato tampão. A solenidade está marcada para 10 horas no plenário da Câmara. Ele vai substituir Vanderley Bispo (PTB), que foi eleito em outubro de 2016 e cujo mandato foi cassado pelo TSE, assim como o do vice-prefeito Gilan Antonio Perin (PSDB).

O plenário do TRE-MS (Tribunal Regional Eleitoral de Mato Grosso do Sul) aprovou semana passada a resolução que marcou para o dia 1º de dezembro deste ano a eleição suplementar no município. O eleito naquele dia terá mandato até o dia 31 de dezembro de 2020. Em outubro haverá eleição municipal, quando serão eleitos novos prefeitos, vices e vereadores.

A resolução estabelece os prazos do calendário eleitoral, inclusive para registro de candidaturas e início da campanha eleitoral. O presidente do TRE, desembargador João Maria Lós, tomou a decisão a fim de cumprir deliberação do TSE (Tribunal Superior Eleitoral), que determinou o afastamento de Bipo, Gilvan e da vereadora Daiana Vilhalva Cáceres Franzoni (Patriota).

De acordo com o site ‘Panorama do MS’, além de novas eleições, o TSE determinou que o presidente da Câmara Municipal, Paulo César Franjotti (PL) assuma o cargo até a posse dos novos eleitos e que seja convocado o suplente da vereadora Daiana.

Na quinta-feira passada, o presidente do Legislativo, Paulo Cesar Franjotti (PR), anunciou em sua página pessoal do Facebook que foi notificado pela Justiça Eleitoral de que deverá assumir o comando do município interinamente. Ele parabenizou e agradeceu  ao prefeito Vanderley Bispo, destacando que o mesmo “fez ótima administração nos últimos seis anos e dez meses em que esteve à frente da Prefeitura Municipal”.

O CASO

Prefeito, vice e a vereadora foram condenados pela 33ª Zona Eleitoral por captação ilícita de sufrágio nas eleições de 2016. A Procuradoria Regional Eleitoral apontou que houve desvio de verbas públicas para uso em campanha e simulações da reforma do prédio do Creas (Centro de Referência em Assistência Social) e da compra de uniformes escolares, bem como uso da máquina administrativa para promoção pessoal, distribuição de cestas básicas a famílias indígenas e reforma de poço artesiano em assentamento.

A decisão havia sido mantida pelo TRE e, depois, pelo TSE, que determinou a execução da sentença de primeira instância.

NO SUL

Franjotti foi eleito pelo PR com 320 votos (6,84% dos votos válidos), tendo sido o mais votado na disputa de outubro de 2016. Já Daiana Vilhalva obteve 195 votos (4,17%) na eleição que disputou pelo PRP, sendo a quarta candidata mais votada.

De acordo com o último censo, Japorã tem 7.731 habitantes e está localizando no extremo sul do Estado, fazendo divisa com Mundo Novo, Iguatemi e Eldorado.

(Notícia extraída do site diarioms.com.br – Foto: O Liberal)

Publicidade

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here