Itaquiraí vai ganhar laticínio em empreendimento projetado pela Aplini

0

-Vice-prefeito Mano, vereador Ney Portela e o presidente da Aplini Renaldo reforçam solicitação de área ao Incra; deputada Rose Modesto garante apoio ao projeto-

            Roney Minella – Departamento Municipal de Comunicação  (Itaquiraí – MS)

O vice-prefeito de Itaquiraí Geovane Severo – Mano (PDT), e o vereador Ney Portela (PSDB), estiveram na última sexta-feira (06-09) na sede regional do Incra-MS, em Campo Grande. As lideranças do Executivo e Legislativo municipal foram acompanhar o andamento dos encaminhamentos feitos sobre a reivindicação de uma área para a instalação de um laticínio no Assentamento Lua Branca – ASPALB.

O líder rural, presidente da Associação dos Produtores de Leite de Itaquiraí – APLINI, Renaldo Silva, e o administrador da Aplini, José Carlos Simon acompanharam Mano e Ney Portela na audiência. O engenheiro agrônomo, Perito Federal Agrário da Coordenação de Destinação de Terra do Incra-MS, Marcial Cano da Mota, recebeu a comitiva itaquiraiense, prestou informações fez encaminhamentos solicitados.

“Buscamos informações sobre o andamento do pedido feito pela Aplini. Fomos bem recebidos pelo engenheiro Marcial e, ao mesmo tempo, recebemos a garantia do Perito Federal de que nos próximos dias uma equipe estará em Itaquiraí fazendo levantamentos necessários”, informa o vice-prefeito Mano.

“O importante desta audiência é que conseguimos a garantia de que os detalhes para a liberação da área serão acelerados, finalizados, e permitirão atender a reivindicação dos produtores de leite do nosso município”, comemora o vereador Ney Portela.

Renaldo Silva confidencia que está confiante na conquista da área solicitada ao Incra. “São aproximadamente quatro hectares, nas proximidades da Escola Técnica Família Agrícola, dentro do Assentamento Lua Branca, onde pretendemos construir e instalar uma agroindústria, especificamente um laticínio, com investimento total de aproximadamente um milhão de reais. A cessão de uso desta área é a nossa luta”, informa o presidente da Aplini, associação que conta com mais de 300 associados.

Deputada federal Rose Modesto (ao centro), ouve explanações do vereador Ney Portela e do vice-prefeito Mano. Audiência contou com a participação do líder rural Renaldo Silva e do administrador Carlos Simon.

APOIO FEDERAL

As lideranças de Itaquiraí também mantiveram audiência com a deputada federal Rose Modesto (PSDB), à quem reivindicaram apoio para a instalação do futuro laticínio. A parlamentar garantiu, antecipadamente, que estará buscando recursos provenientes de emenda individual, para apoiar o projeto apresentado pela Aplini, Mano e Ney Portela.

“O empreendimento é importante. Vemos a vontade e a capacidade em verticalizar a produção através da própria industrialização do leite. Apoiar projetos desta envergadura e o pequeno produtor visando o desenvolvimento da agricultura familiar é uma de nossas bandeiras de lutas na Câmara Federal. Por isso, podem contar conosco que estaremos articulando verbas para a aquisição de equipamentos”, garantiu a deputada Rose.

Deputada federal Rose Modesto confirmou apoio ao projeto de industrialização do leite às autoridades itaquiraienses.

“Foi uma viagem extremamente positiva porque conseguimos encaminhar a questão junto ao Incra, conquistar o apoio da deputada Rose e, ao mesmo tempo, o apoio do Governo do Estado através da Semagro, que é a Secretaria de Estado de Meio Ambiente, Desenvolvimento Econômico, Produção e Agricultura Familiar com projeto voltado para fortalecimento da bacia leiteira”, aponta Mano Severo.

 

Publicidade

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here