-Empresário vai responder por estupro de vulnerável e favorecimento de exploração sexual-

Preso desde o dia 29 de julho, empresário de 63 anos é investigado por estuprar e explorar sexualmente de adolescentes da cidade de Ladário, distante 419 quilômetros de Campo Grande. O inquérito foi concluído pela Polícia Civil e apontou que o autor se aproveitava da boa condição financeira para praticar o crime contra garotas de baixa renda e de famílias carentes.

De acordo com informações do site Diário Corumbaense, os pais das vítimas sabiam dos estupros e, em troca dos abusos sexuais, o empresário oferecia além de dinheiro, presentes como roupas, calçados, tratamentos em salão de beleza, academia e compras em mercado.

Em depoimento, o suspeito confessou ter estuprado uma adolescente de 13 anos quando a chamou para passear de carro e fazer compras. Durante o trajeto ele tocou as partes íntimas da menina e ainda pediu que ela lhe encaminhasse fotos nua.

Também foi constatado que o empresário explorava sexualmente de duas adolescentes, primas da menor de 13 anos. Em um dos casos ele chegou a oferecer uma casa para que a família da menor de idade morasse.

Conhecido na cidade, o comerciante foi preso no dia 29 de julho após ter prisão preventiva decretada pela Justiça. Ele foi indiciado por estupro de vulnerável e favorecimento de exploração sexual de adolescente.

Publicidade

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here